Nos dias 20 e 21 de outubro de 2017 realizou-se o 7º Congresso de Cuidados Paliativos, no Auditório Principal do IPO - Porto, em que tive a oportunidade de participar.

Juntamente com o frei José Cruz, meu irmão Capuchinho, e Assistente Espiritual e Religioso da Instituição que organizou e acolheu este congresso, durante dois dias, escutamos especialistas de áreas diversas mas todos empenhados em melhorar a "qualidade de vida" de quantos estão em Cuidados Paliativos, quase sempre em enorme sofrimento, assim como os seus familiares e cuidadores.

Não é de ânimo leve que assumo a "capelania" do Hospital de Santa Maria, em Barcelos. Tudo exige preparação e estudo; muito mais quando trabalhamos com pessoas em situação de doença, de dor, de sofrimento e com profissionais de saúde que também eles são pessoas para lá dos conhecimentos técnicos adquiridos, com emoções, pessoas que tantas vezes sofrem com o doente e os seus familiares. A minha profunda admiração por eles, sobretudo os que estão mais empenhados nos Cuidados Paliativos, que se procuram colocar no lugar do "outro" enquanto administram a terapeutica que julgam mais adequada.

No dia 20 foram apresentadas as seguintes conferências: Burnout e apoio à equipa (Ana Pereira); Luto (Susana Moutinho); Vivência do luto nos profissionais de saúde (Graça Braz); Fisiopatologia da dispneia (Ferraz Gonçalves); Avaliação dos doentes com dispneia (Paula Silva); Tratamento farmacológico da dispneia (Isabel Costa); Tratamento dos derrames pleurais (Ferraz Gonçalves); O uso de oxigénio na dispneia (Isabel Costa); A medicina física no tratamento da dispneia (Paula Silva); Aspetos éticos da ventilação não invasiva na Esclerose Lateral Amiotrófica (Elga Freire); Efeitos do exercício físico em doentes com cancro avançado em cuidados paliativos (Juliana Santos Moreira). No final do dia, houve ainda 11 Comunicações livres e a apresentação de 15 posters.

No dia 21 foram apresentadas as seguintes conferências: Especificidade da Investigação em cuidados paliativos (Lukas Radbruch); A constituição de grupos de colaboração (Luc Deliens); A morte para as religiões: Budista (Tsering Paldron); Católica (Fernando Ventura) e Muçulmana (Abdul Rehman Mangá). As religiões Hindu e Judaica não marcaram presença.

Quem está online

Temos 20 visitantes e 0 membros em linha

Página Facebook