Sobre este Blog

«sei em quem acreditei»
Frei Hermano Filipe

Sobre mim

Nasci no Porto, em 1977, e fiz-me Franciscano Capuchinho em 2003, tendo partido imediatamente para Timor-Leste como missionário, país a que estou ligado há catorze anos, tendo ali vivido, no total, nove anos: oito em Laleia e um em Díli. Fui ordenado sacerdote em 2010, tendo dedicado os últimos sete anos ao cuidado pastoral da comunidade cristã de Laleia.

Não tenho dúvidas em afirmar que o que recebi do povo timorense me ajudou a ser uma pessoa melhor, mais atenta ao sofrimento do outro, mas também mais capaz de valorizar as pequeninas coisas, o essencial da vida.

Gosto muito de ler, gosto "adormecido" nos últimos anos por falta de tempo e agora retomado, e gosto de praticar pesca desportiva. Agora novos desafios me aguardam em Barcelos, terra onde já vivi quatro anos e aonde regresso de mãos abertas e coração mais cheio.

Frei Hermano Filipe em Cairui

Trabalho recente

Entre 2010 e 2017 servi a Igreja sobretudo como: professor no Seminário Maior, coordenador da Pastoral da Pessoa com Deficiência, pároco de Laleia, guardião dos Capuchinhos, ecónomo, assistente dos Leigos Capuchinhos em Missão, membro do Conselho Pastoral Diocesano e do Conselho Presbiteral, diretor espiritual, delegado provincial dos Capuchinhos e responsável por diversos projetos: Jardim de Infância, Agricultura Comunitária, Centro São Francisco de Assis, Rádio Na'i Feto Laleia (88.5 FM), Centro de Santa Clara de Assis, Clínica da Pastoral da Criança, restauro da igreja de Laleia e construção das capelas de Cairui e Samalai. Fui ainda autor e tradutor de diversos artigos e documentos em tétum. Actualmente sou o Capelão do Hospital de Santa Maria, em Barcelos, Capelão da Misericórdia, Director da Revista Bíblica e Director espiritual dos formandos Capuchinhos. Coordeno a Comissão das Comunicações Sociais dos Capuchinhos.

Frei Hermano Filipe

Porquê este blog?

O meu regresso a Portugal não marca o fim da minha ligação a Timor-Leste e ao povo timorense. Muitos anos "com os pés na lama" permitiram-me aprender muito com aquele povo que amo mas também perceber que mesmo depois de 500 anos desde o início da Evangelização de Timor há ainda um trabalho por fazer de anúncio da Fé, transformadora da pessoa humana e da sociedade.

Este blog, sem se focar exclusivamente em conteúdos de cariz religioso, dar-lhes-á primazia, bem como à promoção das duas línguas oficiais de Timor-Leste. No que à ortografia do tétum diz respeito, optamos pela usada pelo Parlamento Nacional (com base no Decreto-Lei nº 20/2011 de 7/09).

Este blog está aberto à sua participação. Bem-vindo/a

 

Contacte-me

Terei muito gosto em falar consigo sobre qualquer assunto abordado neste blog

ENVIE-ME UM EMAIL